Dia Nacional da Luta Antimanicomial é celebrado

WebMaster 19 de maio de 2017

As ações visaram incentivar o diálogo sobre a saúde mental e sensibilizar familiares e a população sobre a Reforma Psiquiátrica

A ação visa incentivar o diálogo sobre a saúde mental e sensibilizar familiares e a população sobre a Reforma Psiquiátrica.

A ação visa incentivar o diálogo sobre a saúde mental e sensibilizar familiares e a população sobre a Reforma Psiquiátrica.

Na última quinta-feira, 18, os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) do município receberam ações em celebração ao Dia Nacional do Movimento da Luta Antimanicomial. O evento foi promovido pela Prefeitura de Colombo por meio da Secretaria de Saúde e visou incentivar o diálogo sobre a saúde mental e sensibilizar familiares e a população sobre a Reforma Psiquiátrica.

Cerca de 80 pacientes do CAPS II junto de seus familiares participaram de palestras com profissionais convidados sobre a Saúde Emocional e Valores Humanos, além de participarem de dinâmicas e distribuição de brindes. “Os pacientes aproveitaram o momento para refletir os avanços da Reforma Psiquiátrica e a importância deste dia no contexto histórico da Saúde Mental, no qual foram alteradas as práticas de atendimento com uma lógica territorial e humanizada”, destacou o secretário da pasta, Darci Martins Braga.

Já no CAPS AD (Álcool e Drogas) foi realizado um momento de reflexão com a apresentação do documentário “Trem dos Loucos” que relata a mudança de paradigma do tratamento ao fechar o Hospital de Minas Gerais, Barbacena, que fazia o uso de práticas invasivas no tratamento dos pacientes, para um olhar mais terapêutico e multiprofissional.

Sobre a Luta Antimanicomial

O movimento da Luta Antimanicomial se distingue pelo seu caráter democrático, com a participação ativa e efetiva dos usuários de serviços de saúde mental, seus familiares, profissionais, estudantes e interessados em defender uma postura de respeito aos diferentes modos de ser. Além da transformação da relação cultural da sociedade com as pessoas que sofrem por transtornos mentais. E também se caracteriza por evidenciar os direitos das pessoas com sofrimento mental.

933701 933702 933703

Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Foto: Marcio Fausto/ PMC