Prefeitura promove programas para gestão adequada de resíduos sólidos

WebMaster 20 de abril de 2017

O objetivo dos programas é de conscientizar a população para a prática da reciclagem, além de reduzir a enorme quantidade de lixo e entulho espalhados pelo município

São coletados todos os resíduos sólidos mistos ou conhecidos, popularmente, como “lixo comum” em toda área urbana e rural do município.

São coletados todos os resíduos sólidos mistos ou conhecidos, popularmente, como “lixo comum” em toda área urbana e rural do município.

A colete de resíduos sólidos visa promover a reciclagem e redução dos problemas ambientais e de saúde pública.

A colete de resíduos sólidos visa promover a reciclagem e redução dos problemas ambientais e de saúde pública.

Lotes com lixo, entulhos ou sem estar roçado, mas essa prática é ilegal e pode gerar multa ao proprietário.

Lotes com lixo, entulhos ou sem estar roçado, mas essa prática é ilegal e pode gerar multa ao proprietário.

Pensar na gestão de resíduos sólidos e no bem estar da população faz parte dos programas que a Prefeitura de Colombo por meio da Secretária de Meio Ambiente realiza – visando a reciclagem e redução dos problemas ambientais e de saúde pública.

Segundo o secretário da pasta, Evandro Busato é importante que todos tenham consciência para onde vai seu lixo e o que pode ser feito para melhorar. “Trabalhamos com o gerenciamento de resíduos sólidos, dando possibilidades à redução, reutilização, reciclagem, a não geração,  tratamento dos resíduos e disposição adequada dos rejeitos”.

Pensando nisso, a Secretaria de Meio Ambiente desenvolve dez programas para auxiliar a população, entre eles estão:

  1. Coleta Mista em área Urbana e Rural (Lixo comum)

São coletados, três vezes por semana todos os resíduos sólidos mistos ou conhecidos, popularmente, como “lixo comum” em toda área urbana e rural do município. Em média são encaminhadas cerca de 4.000 toneladas de lixo ao ano. Estes materiais são destinados ao Consorcio Intermunicipal para a Gestão dos Resíduos Sólidos Urbanos – CONRESOL, da região Metropolitana de Curitiba.

A disposição final de todos os resíduos sólidos que são encaminhados a CONRESOL são destinados ao Aterro Sanitário licenciado localizado no Município da Fazenda Rio Grande.

  1. Coleta de seletiva de Resíduos Recicláveis.

A Coleta Seletiva é a separação dos materiais que podem ser selecionados pelo cidadão, empresa ou instituição e disponibilizados para a coleta separadamente. Este tipo de ação valoriza o material para a reciclagem, aumenta a vida útil do aterro sanitário, reduz o consumo de energia, gera economia de recursos naturais, reduz o impacto ambiental e consequentemente o ganho de qualidade de vida.

Após coletado, os recicláveis são destinados às dez Associações de Catadores cadastradas na Secretaria de Meio Ambiente. “Com a conscientização por parte da população é possível termos um aumento considerável dos recicláveis, pois além de valorizar o ciclo de vida do produto, aumentaríamos o emprego e a renda familiar que dependem destes materiais para o sustento”, disse Busato.

A Coleta Seletiva é realizada uma vez por semana e a partir de maio alguns bairros terão a frequência da coleta aumentada em duas vezes por semana. O volume anual é de 1.200 toneladas. “Além disso, existem catadores informais que coletam os recicláveis de porta em porta e que chegam a recolher um volume maior do que é realizado anualmente pela prefeitura”, explica o secretário. Vale lembrar que este tipo de serviço atende 100% do município.

  1. Coleta de Grandes Volumes

É comum haver  móveis usados  jogados nas ruas, terrenos baldios, calçadas, rios ou córregos. Para evitar que aconteça esse tipo de crime ambiental podendo gerar multa por descarte inadequado em área irregular, o departamento de Resíduos Sólidos realiza o agendamento para recolher todos os resíduos volumosos, como móveis, madeiras, eletrodomésticos e colchões.

Para participar do projeto basta entrar em contato pelo telefone 3656-4849 ou enviar um e-mail para residuossolidos@colombo.pr.gov.br solicitando o recolhimento do material. Vale lembrar que é necessário o requerente guardar em sua casa ou em seu terreno os resíduos volumosos até o dia agendado para a retirada do material, pois o descarte em via publica pode gerar multa. Após a coleta esses materiais são levados ao picador de madeiras ou associações que trabalham com eletroeletrônico.

  1. Coleta de Óleo

Atualmente existem cerca de 80 Pontos de Entrega Voluntária (PEV) de Coleta de Óleo Vegetal usado. Estes resíduos voltam como matéria prima para a cadeia produtiva novamente. O volume médio anual coletado é de aproximadamente 7.500 litros.

  1. Coleta de Pneus

É a coleta de pneus inservíveis, o ponto de entrega é na Borracharia Osasco, localizada na Rua Sudão, n° 1080 no bairro Rio Verde. Esse material é levado para produção de energia em fornos e fornalhas. Ao total, são recolhidas, anualmente, 430 toneladas de pneus.

  1. Coleta de carcaça de animais

É a coleta de animais mortos em vias públicas. Ao ano, são coletados em média quatro toneladas. “aso seja encontrado algum animal morto na rua basta entrar em contato com a Secretária de Meio Ambiente pelo telefone 3656-4849 e solicitar a retirar do mesmo”, enfatiza Busato. Para isto, é necessário que informe nome completo, rua em que está localizado o animal, ponto de referencia, telefone para contato e peso aproximado da carcaça. O Serviço é realizado no máximo em 24 horas.

  1. Coleta de resíduos da Saúde

É a coleta de materiais derivados de serviços de saúde, como agulhas, seringas, materiais contaminados entre outros produzidos pelas unidades de saúde, pronto atendimento e entre outros o gerenciamento é executado pela Secretária de Saúde.

Já os remédios velhos e vencidos produzidos pela população são descartados e encaminhados à incineração por meio do Projeto Descarte Inteligente promovido pelas empresas Laboratório Botânico Herbarium, Nesh e As Ervas Curan. Eles disponibilizam três Pontos de Entrega Voluntária (PEV). O volume coletado por ano é de aproximadamente 120 Kg.

  1. Limpeza de Lote

No dia a dia é muito comum vermos lotes com lixo, entulhos ou sem estar roçado, mas essa prática é ilegal e pode gerar multa ao proprietário. A população pode fazer sua parte, para ajudar a limpeza geral da cidade. Em casos de terrenos contendo resíduos, o morador pode abrir um processo na prefeitura (setor de protocolo) evidenciando a situação. Esse processo será encaminhado a Secretária de Meio Ambiente, “Nós fazemos fiscalização da ocorrência e em caso de irregularidades, será aplicado uma notificação (conforme Lei 1377/2015) ao proprietário que terá 15 dias para efetuar a limpeza ou adequação necessária do imóvel”, disse o secretário da pasta.

  1. Coleta Verde

É um programa da Secretária de Agricultura e Abastecimento em parceria com a Secretária de Meio Ambiente. No programa, a população pode trocar dez quilos de materiais recicláveis por uma sacola de verduras. São 16 pontos de coleta na cidade definido em cronograma, conforme o link: COLETA VERDE – CALENDÁRIO COMPLETO 2017

  1. Programa Ecogincana e Cidadão Ambiental Mirim

O Programa da Ecogincana tem como objetivo contribuir para o conhecimento do meio ambiente e dos problemas socioambientais, incentivando as unidades de ensino a desenvolver práticas de preservação e cuidado com o meio natural e ações de cidadania em prol da qualidade de vida. Já o Programa Cidadão Ambiental Mirim realiza capacitação aos professores da rede de ensino, com o objetivo de facilitar as práticas realizadas na comunidade escolar e subsidiar ferramentas para a execução das Diretrizes Curriculares de Educação Ambiental e a Lei Municipal de Educação Ambiental – 1402/2015.

Este programa complementa os serviços prestados referentes à gestão compartilhada dos resíduos sólidos. “Através deste projeto temos a oportunidade de divulgar os serviços prestados a população e com isso conscientizamos os munícipes para que faça sua parte contribuindo assim para uma cidade mais bonita, organizada e limpa”, disse Busato.

Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Foto: João Senechal/ PMC