Prefeitura intensifica as ações do Programa de Contenção de Enchentes

WebMaster 1 de novembro de 2017

Com a chegada da temporada das chuvas intensas, serviços de manutenção, limpeza e conservação favorecem o escoamento das águas

Serviços na micro bacia que chega ao rio Palmital terão a troca das manilhas, as paredes reforçadas, além de melhoria na parte das bordas

Serviços na micro bacia que chega ao rio Palmital terão a troca das manilhas, as paredes reforçadas, além de melhoria na parte das bordas

Na rua Cecília Meireles, no bairro Guarani a manutenção e a limpeza desta micro bacia irá minimizar a ocorrência de alagamentos

Na rua Cecília Meireles, no bairro Guarani a manutenção e a limpeza desta micro bacia irá minimizar a ocorrência de alagamentos

Com a chegada das estações mais quentes do ano e da temporada de chuvas intensas, as ações do Programa de Contenção de Enchentes, realizado desde 2013 pela Prefeitura por meio das Secretarias de Meio Ambiente e Obras e Viação começam a ser intensificadas.

“Este era um problema antigo que foi resolvido, porque não podíamos deixar a nossa população perder os seus bens, conquistados com tanto custo e muito trabalho. Por isso determinei que este programa seja contínuo para que nada disso volte a acontecer e a trazer tanto prejuízo como vinha ocorrendo antes de 2013”, afirma a Prefeita Beti Pavin.

Para tanto, a Rua Cecília Meireles, no bairro Guarani começou a receber a manutenção e limpeza da bacia de contenção de águas. A obra tem a função de conter a água da chuva e reduzir a velocidade com que ela chega ao Rio Palmital, impedindo enchentes. Esta iniciativa também não permite a passagem de lixos sólidos para o rio.

Segundo o diretor de Obras de Combate às Enchentes, João Nowacki, “a obra de manutenção está sendo realizada em uma micro bacia de mais ou menos meio quilômetro quadrado e as manilhas do local serão trocadas e as paredes reforçadas, além de melhorar a parte das bordas”.

A obra segue o Plano Diretor de Drenagem para a Bacia Hidrográfica do Alto Iguaçu do Instituto das Águas do Paraná, que estabelece as diretrizes de medidas e controles estruturais e não estruturais além de apresentar o mapeamento das regiões de riscos de enchentes.

População colabora

A população colombense vem colaborando e aderido às ações realizadas pela Prefeitura. Projetos como o Coleta Verde, que consiste na troca de material reciclável por verduras, é uma ação conjunta das Secretarias de Meio Ambiente e de Agricultura e Abastecimento, e que estão diminuindo consideravelmente os lixos dos rios e consequentemente as inundações.

“Além do benefício ambiental, onde foram recebidas mais de 335 toneladas de recicláveis, somente neste ano de 2017, o programa também visa promover a circulação dos produtos agrícolas do município por meio da troca de hortaliças, legumes e frutas, produzidas pelos agricultores do município, pelo material reciclável”, explica o secretário de Agricultura e Abastecimento, Marcio Toniolo.

“Estas ações de manutenção, limpeza, conservação além das demais obras que estão sendo realizadas com este objetivo minimizaram e muito os pontos críticos de alagamentos que traziam tantos transtornos para os moradores”, destacou o secretário de Meio Ambiente, Evandro Busato.

As obras realizadas contam com profissionais equipados com máquinas, equipamentos, caminhões, retro escavadeiras – para limpeza dos bueiros e valetas, substituição de bocas de lobo e suas limpezas, entre outras ações. Vale lembrar ainda que o programa intensificou a fiscalização e a educação ambiental nas escolas com a aprovação do Programa Municipal de Educação Ambiental-Colombo Sustentável.

DSC_6815 DSC_6803

Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Foto: Marcio Fausto/PMC