Prefeitura lança as Diretrizes Curriculares Municipais de Educação Ambiental

WebMaster 17 de março de 2017

As diretrizes buscam promover a equidade na educação – orientando para o planejamento curricular a 28 mil alunos, diretores e coordenadores das escolas municipais e CMEIS

csAcontece nos dias 21 e 22 o lançamento das Diretrizes Municipais de Educação Ambiental de Colombo. O evento promovido pela Prefeitura de Colombo, por meio das Secretarias de Meio Ambiente e Educação visa estabelece a Política Municipal de Educação Ambiental e o Sistema de Educação Ambiental do Município de Colombo, por meio da lei Municipal 1402/2015.

As diretrizes também buscam promover a equidade na educação – orientando para o planejamento curricular de escolas municipais e CMEIS (Centro Municipal de Educação Infantil) – tornando-se referência para os municípios.

A programação inicia no dia 21, às 16h, na Câmara Municipal dos Vereadores com o lançamento das Diretrizes durante a sessão. Já no dia 22, das 8h às 12h, a apresentação acontece no Auditório da Regional do Maracanã para a população e diretores e coordenadores das escolas e Centro Municipal de Educação Infantil.

De acordo com o Secretário de Meio Ambiente, Evandro Busato o processo no campo da ação e da criação de legislação abriu os caminhos para a construção das Diretrizes e do Programa de Educação Ambiental Municipal. “Para a criação desses documentos, em julho de 2016, foi contratada a consultoria da empresa TSer Assessoria e Consultoria Educacional, representada pelo Prof. Dr. Valdir Nogueira”, disse Busato.  Em março deste ano, as diretrizes foram finalizadas.

Vale lembrar, que a Educação Ambiental no município ocorreu historicamente por meio de programas e projetos promovidos pelas secretarias municipais ao longo dos anos. “Esse processo de evolução histórica dos programas e projetos permitiu à Secretaria de Meio Ambiente e ao Município, atentar para a criação de um suporte legal, visando a estruturar os processos de Educação Ambiental no contexto colombense. Percebeu-se que não havia como continuar o trabalho sem uma legislação própria, isto é, sem o suporte jurídico- político criado pelo Município”, disse Busato.

Esse modo de pensar e de atuar, que está na constituição das Diretrizes Curriculares de Educação Ambiental de Colombo, foi-se construindo ao longo de vinte anos de história do município (1995-2015). Uma história marcada pelos desafios de estruturar uma dimensão educacional fundamental para a formação de crianças, jovens e adultos, nos contextos da Educação Formal e Não Formal.

“Foi essa persistência de gestores públicos, educadores e organizações sociais, que possibilitou chegarmos às Diretrizes Curriculares de Educação Ambiental de Colombo”, destacou Busato.

O município de Colombo teve um avanço significativo na Educação Ambiental. As conferências mundiais, nacionais e estaduais são referenciais nas abordagens e perspectivas sobre o tema. “Destes eventos surgiram os princípios e os modos de pensar a Educação Ambiental nos diferentes contextos. Nesse sentido, Colombo também passa a ser referência pelo modo como pensou e pensa, projetou e projeta a Educação Ambiental em sua territorialidade, em vista de contribuir com a formação socioambiental cidadã. As linhas diretivas presentes no Documento caminham no rumo dessa finalidade, intencionando também a construção de uma territorialidade municipal sustentável”, enfatiza o Secretário de Meio Ambiente.

Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo