Prefeita participa de solenidade na Clínica de Doenças Renais de Colombo

WebMaster 13 de junho de 2017

A partir de agora CDR irá atender pacientes colombenses por meio do Sistema Único de Saúde (SUS)

Prefeita Beti Pavin destaca a qualidade de vida dos pacientes que poderão realizar o seu tratamento em Colombo

Prefeita Beti Pavin destaca a qualidade de vida dos pacientes que poderão realizar o seu tratamento em Colombo

Neste primeiro momento serão atendidos 36 pacientes de Colombo que antes iam para o Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul

Neste primeiro momento serão atendidos 36 pacientes de Colombo que antes iam para o Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul

Autoridades participam do início dos procedimentos via Sistema Único de Saúde (SUS) da Clínica de Doenças Renais de Colombo-CDR

Autoridades participam do início dos procedimentos via Sistema Único de Saúde (SUS) da Clínica de Doenças Renais de Colombo-CDR

A Prefeita Beti Pavin participou com o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, na manhã desta segunda-feira, 12, do início dos procedimentos via Sistema Único de Saúde (SUS) da Clínica de Doenças Renais de Colombo-CDR. “Este é um momento feliz e muito importante para nossos pacientes renais que antes tinham de ir para as cidades vizinhas realizar o tratamento”, disse a prefeita.

Segundo Beti, “além do tratamento ser feito aqui em Colombo de agora em diante, os pacientes vão ganhar em qualidade de vida em função do deslocamento.” Os pacientes moram aqui e serão tratados aqui, pertinho de casa, sem o desgaste da viagem”, afirmou a prefeita na presença do sócio da CDR, Ricardo Akel, do vice-prefeito, Sergio Pinheiro, vereadores, colaboradores da saúde do Estado, da Clínica, entre outros.

Para o secretário estadual da Saúde, estas atividades vêm em boa hora para Colombo. “A saúde mais perto das pessoas com a garantia da qualidade dos serviços e do atendimento é motivo de muita alegria e satisfação para nós que estamos no dia a dia preocupados com o bem estar da população do Estado”, destacou Michele Caputo Neto que enalteceu as instalações do espaço que tem capacidade de atendimento para 144 pacientes.

De acordo com o presidente da organização não governamental Parceiros do Rim, Nilton Mello, a qualidade de vida dos pacientes é o ponto principal neste atendimento via SUS. “Neste primeiro momento serão atendidos 36 pacientes de Colombo que antes iam para o Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, que felizmente não precisarão mais, ir tão longe para fazer a hemodiálise”, comemora seu Nilton lembrando que os outros 64 pacientes, que também se tratam fora do município, são o objetivo da próxima inserção via SUS na CDR.

CDR

A Clínica de Doenças Renais de Colombo-CDR, iniciou atividades relacionadas à diálise e nefrologia em abril do ano passado. “Na prática, esta é a nossa terceira inauguração, pois depois das instalações físicas inauguradas em 2015, começamos a atender a convênios em 2016 e a partir deste momento com a mais importante função social da Clínica, iniciando o atendimento no Sistema Único de Saúde, o SUS”, explicou um dos sócios da CDR, Ricardo Akel.

Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Fotos: Marcio Fausto/PMC