Curso de Fruticultura incentiva melhorias na agricultura do município

WebMaster 24 de julho de 2017

Atividade gratuita visa beneficiar os agricultores locais com novas e modernas técnicas de plantio

Durante o curso, alunos aprenderam a parte teórica, sobre as técnicas de fruticultura

Durante o curso, alunos aprenderam a parte teórica, sobre as técnicas de fruticultura

Em campo, os participantes tiveram a experiência diferenciada com frutas distintas

Em campo, os participantes tiveram a experiência diferenciada com frutas distintas

A Prefeitura de Colombo, por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), realizou na última semana, o curso de Fruticultura gratuitamente para os agricultores e interessados do município.

O curso teve a participação de 17 inscritos, entre eles donas de casa, agricultores e estudantes de agronomia, que puderam conhecer mais sobre tratos culturais, manejo de plantas concorrentes, irrigação, adubação, tipos de poda, preparo do solo, plantio, entre outros.

No primeiro dia, os alunos aprenderam a parte teórica, sobre as técnicas de fruticultura e no segundo dia, a teoria foi colocada em prática, em uma chácara, no Centro de Colombo, para que os alunos pudessem ter um contato e uma experiência diferenciada com frutas distintas, pois, cada uma exige um cuidado específico.

O secretário de Agricultura e Abastecimento, Márcio Toniolo disse que o objetivo foi alcançado, o de “capacitar o produtor rural com técnicas adequadas no aumento de frutas pelo método enxertia, que consiste na reprodução e melhoramento genético da planta”, informou Toniolo.

O instrutor do SENAR, Paulo Rogério Borszowskei, que esteve ministrando as aulas, informou que o curso proporcionou o aumento da técnica, pois, “eles puderam aprender e levar coisas novas às suas propriedades e assim ter uma geração de renda, agregando valor ao seu produto”, explicou.

Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Foto: João Senechal/PMC